SEXO SEGURO E COM PRAZER

                            O uso da camisinha sempre foi motivo de dúvidas e polêmicas, se ela funciona ou não como proteção contra doença sexualmente transmissíveis, se diminui ou não o prazer sexual.

                            Primeiramente quero garantir que é um método extremamente seguro. E, o que é melhor, pode ser encontrada em qualquer farmácia, supermercado, empório e até posto de gasolina. Sua maior qualidade é evitar as doenças que são transmitidas através de conato sexual, como AIDS ou a Hepatite C. A camisinha também  funciona para evitar a gravidez não desejada. Para que funcione, é preciso tomar todo cuidado para que não vaze.

                           – Ao vesti-la, é necessário torcer a sua ponta para esvaziar o ar.

                           – É importante que se desenrole a camisinha no próprio pênis, mas só quando ele estiver ereto, para não atrapalhar a colocação.

                           – Sempre deixar uma folga na sua ponta, para caber o sêmen que ali será depositado.

                           – Retirar o pênis do canal vaginal quando ainda estiver rígido, segurando as bordas da camisinha para impedir o escoamento do esperma.

                           – Utiliza-la uma vez, jogando-a fora em seguida. Se você repetir a dose e mantiver uma segunda relação, use uma camisinha nova, seguindo as instruções de colocação.

                            Quanto á questão do prazer, acho que ele não diminui com o suo da camisinha. Alguns casais dizem que ela diminui a sensibilidade, tanto da vagina quanto do pênis, porque impede o contato direto com a pele e com as mucosas.

                            Mesmo que isso aconteça, é muito pequena a perda de sensibilidade. Em compensação, é muito grande a segurança que ela proporciona: acaba com o medo de uma gravidez indesejável ou de uma doença. E como o prazer sexual é intensificado também por carícias e beijos pelo corpo todo, o prazer está bem garantido.

                            É fundamental pedir a ajuda da parceira para a colocação da camisinha, fazendo desse momento um motivo de brincadeira, evitando a quebra do clima sensual e erótico.

  Artigo publicado em 12/01/06 no Jornal Correio de Lins, pg.02, “  Projeto Amar Bem ” de autoria do Dr, Moacir Costa, médico psicoterapeuta, autor do livro “ Quando o sexo é mais rápido que o prazer” – www.projetoamarbem.com.br.                          

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.